António de Castro

Posts Tagged ‘tendencias web 2010’

Redes sociais no feminino: o que fazem as mulheres na rede?

In Blogroll on Janeiro 4, 2010 at 10:04 am

De acordo com um estudo efectuado pelo site Shespeaks, a penetração e criação de perfis em redes sociais aumentou de 58% em 2008, para 86% em 2009. Em resposta a questões que procuram tipificar a actividade das mulheres no seu uso social da rede, 80% afirmou que se tinham tornado fãs de um produto ou marca. Adicionalmente, 72% das inquiridas ficou a conhecer um novo produto ou marca através deste segmento particular de actividade na web. Será por isso conciso afirmar que as mulheres se estão a tornar cada vez mais activas nas redes sociais.

No que diz respeito a compras on-line, também é significativo que metade das mulheres que usa este canal, comprou um produto na sequência da exposição tanto a redes sociais como a blogs. Esta tendência já se fazia sentir em 2008 e é agora mais acentuada.

A publicidade on-line é sempre um assunto complexo. A eficácia, cliques, visualizações e outras métricas próprias do tema dão bastante que fazer aos marketeers que vêem constantemente os modelos de análise em mutação e constante evolução, agora a um ritmo infernal. No que diz respeito à utilização e penetração de anúncios nas redes sociais, parece que a reacção das mulheres é positiva. Neste ano, 2009, a atenção e cliques em publicidade inserida em ambientes relacionais – redes sociais – parece ter subido para 9%, comparando com o valor de apenas 2% do ano anterior.

Destaca-se ainda uma conclusão importante: muito poucos utilizadores se mostraram incomodados com a presença de publicidade nestes canais de informação e relacionamento digital. Resumindo e inspirando-me nas palavras de Aliza Freud, fundadora e CEO da SheSpeaks, “as mulheres estão cada vez mais confortáveis com a utilização das redes sociais. Isso representa uma magnífica oportunidade para os marketeers alargarem a sua acção e atingirem mulheres de todas as idades, dando-lhes a conhecer novas oportunidades e escolhas de produto”.

Tradução e adaptação do artigo original “e-marketer.com”



António de Castro
Social Media Manager

Anúncios

2010: continue a usar newsletters para se relacionar com os seus clientes!

In Blogroll on Dezembro 29, 2009 at 11:56 am

As tendências de mercado apontam que o envio de newsletters ainda continua a ser uma forma eficaz de relacionamento da sua empresa com os seus clientes. Aposte na construção de uma relação duradoura através do e-mail.

Dentro da euforia e das alterações constantes existentes nos modelos de comunicação e promoção de bens, serviços e negócios, há verdades que são temporárias e suposições que ninguém pode ainda prever com rigor. A mudança dramática e constante das tecnologias e plataformas de transmissão de informação, traz cada vez mais oportunidades mas dispersa também o foco dos negócios e das suas estratégias de comunicação. Apesar de muitas incertezas, há algumas previsões certas e sustentadas em estudos credíveis, que apontam o caminho que a sua empresa deve seguir.

Uma das tendências para 2010 é a continuidade da utilização das campanhas de newsletters por e-mail como forma de comunicação com os clientes. Esta ainda é uma forma bastante apreciada de manter a fidelidade dos clientes e gerar contactos e negócios. Uma das razões para o sucesso desta forma de relacionamento entre empresas e clientes é a sua capacidade de atingir nichos de audiência com interesses particulares e alinhados com a visão e ofertas da empresa. E por essa razão, um subscritor de newsletters é considerado por muitos anunciantes como um contacto mais valioso do que um imprevisível visitante de site, sobre o qual pouco se sabe. Recomenda-se por isso o uso das campanhas de e-mail (newsletter em formato html) como forma de relacionamento contínuo com os seus clientes.

nota: adaptado do estudo e tendências para 2010, elaborado pela Globalgold



António de Castro
Social Media Manager
www.goweb.pt

Social Marketing: uso e estratégias

In Blogroll on Dezembro 22, 2009 at 2:55 pm

redes sociais

a importância das redes sociais na estratégia de marketing

O marketing está a sofrer grandes alterações e a sua relação com as redes sociais é cada vez mais bilateral e estratégica. Faça com que a sua empresa acompanhe as novas tendências de marketing digital, “social media”, redes sociais e comunidades de relacionamento digital para aumentar a sua eficácia empresarial.

À medida que a sociedade evolui, os padrões de consumo se modificam e a tendência dos consumidores se aproxima mais da participação e não do consumo passivo, também o marketing evolui na sua forma de agir e pensar. No que diz respeito à utilização do marketing social e das redes, uma parte já significativa dos “marketeers” passou da fase experimental para a estratégica, usando esse canal como ferramenta imprescindível no seu mix de comunicação. Ainda que a massa dos profissionais de comunicação e marketing andem algures pelo meio, numa fase de testes, já existem algumas tendências facilmente identificadas como objectivos de retorno. Num estudo efectuado nos Estados Unidos, no seio dos profissionais de marketing social, estes são os padrões mais referidos como objectivo da utilização de “social marketing”:

1 – aumentar visitas e tráfego para um website
2 – aumentar a geração de contactos
3 – aumentar as vendas de produtos e serviços
4 – aumentar a eficácia nos motores de busca0( SEO )
5 – Aumentar a reputação da marca ou de produto
6 – Aumentar a notoriedade da marca ou de produto
7 – Reduzir o custo de aquisição de um produto
8 – Melhorar a política de Relações Públicas
9 – Melhorar a política de Apoio ao Cliente
10 – Reduzir custos na implementação de Sistemas de apoio ao cliente

Segundo este estudo efectuado pela Marketing Sherpa, verifica-se ainda que a maior tendência para o aumento da utilização das redes sociais como canal estratégico de comunicação e marketing, é o sector da revenda e comércio electrónico, seguidos pelo nicho dos media e imprensa. Curiosamente, um dos veículos de destino para as verbas do investimento vai para actividades os próprios colaboradores das empresas que são agora incentivados para a comunicação através de blogs, desenvolvimento de conteúdo e monitorização de redes sociais.






António de Castro
Social Media Manager
www.goweb.pt

O marketing em 2010: previsões e tendências

In Blogroll on Dezembro 15, 2009 at 6:17 pm

A mudança de paradigma da sua actividade de marketing já começou. Está preparado para comunicar a baixo custo e de forma eficaz com os seus utilizadores? Prepare a sua marca para a “conversa social”, na qual os consumidores são amigos da sua marca.

Agora que o ano acaba, é altura de verificar as tendências de investimentos em marketing, para 2010, para que a sua empresa se oriente no investimento que deve fazer. De acordo com os estudos internacionais efectuados, o investimento em media e canais tradicionais vai continuar a abrandar, e as empresas vão continuar a canalização dos fundos para marketing através da publicidade em plataformas digitais e sociais. A televisão, rádio, jornais e revistas já viram este ano uma nova e repetida tendência de diminuição do investimento: o cenário mantém-se em 2010.

Mesmo depois da crise ser ultrapassada e da “normalização” do cenário económico internacional, prevê-se que a tendência do investimento em canais de comunicação tradicionais nunca mais seja o mesmo. Porquê?
Antes do aparecimento dos novos media de investimento em canais digitais, havia uma grande parte do investimento económico que era incerto, difícil de medir e com retorno duvidoso. Ou seja, o que os marketeers faziam era explorar ao máximo o budget publicitário para tentar atingir a maior audiência possível, ainda que muito do dinheiro gasto não resultasse em nada.

Agora, existe uma nova mentalidade de “ratios” e eficácia do dinheiro investido: maior investimento em canais low-cost e mais eficazes na sua relação one-2-one. Se era frequente e aceite pela generalidade das empresas a promoção em directórios e canais de marketing dispendiosos, as tecnologias recentes permitem às empresas desenvolverem esforços de comunicação e campanhas bem desenhadas, tendo como veículo o seu site e os seus próprios recursos: e-mail marketing; vídeos promocionais, lojas com promoções, tudo gerido pela empresa e preços competitivos.

A par desta realidade já instalada, a canalização de fundos para marketing foge também dos canais pagos para se desviar para as redes sociais e comunidades em que o consumidor gera o conteúdo. Os marketeers estão genuinamente interessados na criação de um relacionamento digital envolvente, mais do que na inundação de canais com banners alusivos aos produtos que querem ver anunciados. E neste caso, as redes sociais são um canal de elevado grau de fidelização e eficácia: por um lado, são low-cost; por outro, criam conversações reais com os consumidores.

DICAS

1 – Não descure a importância das redes sociais para ouvir os consumidores
2 – Faça e mantenha o seu perfil das redes sociais tão actualizado como a sua actividade
3 – Transforme as opiniões dos seus consumidores em tendências de desenvolvimento e políticas de satisfação
4 – Considere seriamente a criação de campanhas de publicidade on-line com gastos bem medidos e objectivos concretos.
5 – Crie campanhas que sejam tão interessantes que os seus clientes vão tomar a liberdade de as partilhar
6 – Se o seu site ainda não tem qualquer forma de interactividade, promoção de produtos ou ligação com as redes sociais, está à espera de quê para mudar?

António de Castro
Social Media Manager
http://www.goweb.pt