António de Castro

Archive for Setembro, 2009|Monthly archive page

Sondagens web 2.0

In Blogroll on Setembro 25, 2009 at 4:40 pm

survs.com - colaborative surveys online

survs.com - colaborative surveys online

O mundo colaborativo e a web 2.0 ( teoria e conceito abrangente que serve para designar as formas de interacção colaborativa digital ) chegou às sondagens, materializado numa aplicação interessante disponível em http://www.survs.com/.

Crie sondagens de forma simples, num interface agradável, com possibilidade de inserir questões múltiplas, personalizar os temas e opções de publicação poderosas. Depois de criada uma sondagem, pode distribuir por e-mail, através de um link ou publicar na sua própria página web.

Anúncios

Sabias 4.0? A mudança da web 2.0 e além…

In Blogroll on Setembro 22, 2009 at 2:50 pm

Todos os paradigmas de informação que conhecíamos e sobre os quais aprendemos a conceber o mundo, a comunicação e as formas de veicular mensagens estão drasticamente obsoletas. Enquanto este post foi escrito, algo mudou em mim, em si, no mundo e na forma como daqui a um ano se vai percepcionar a informação. Algures, num escritório, numa “startup” ou no seio de um conjunto de estudantes, um novo conceito viral, um novo futuro “media” está a despontar. Esta é a nova realidade mundial, pessoal e que poucas empresas ( felizmente casos como a Procter & Gamble não sofrem de cegueira ) tomaram como realidade absoluta no seu panorama económico, estratégico e nas suas estratégias de marketing.

Este vídeo, fruto também nas novas tendências visuais, ajuda a perceber as recentes mudanças nos paradigmas da comunicação escrita, impressa, digital e algumas novas atitudes para se encarar o futuro.

Twitter: ganha dinheiro com a tua conta

In Blogroll on Setembro 15, 2009 at 4:29 pm

Twitter: Simple is beatifull.

Queres ganhar dinheiro com os teus Twitts?
Sem esquemas, fraudes ou letras pequeninas!

A genialidade da simplicidade é desarmante porque é … simples. E tendencialmente, quanto mais se pensa, mais se complica e mais distante nos tornamos do conceito original. O Twitter é a excelência do simples transformado em genial. Enquanto todos andava a tentar dar mais funcionalidades às suas plataformas, o Twitter inverteu a tendência e deu mais utilizadores à sua plataforma, oferecendo apenas o óbvio: 140 caracteres! Simples, não? Genial … Claro.

Em torno do simples, do genial e do Twitter, várias ferramentas se desenvolveram, tirando partido das APIs do produto Twitter, gerando novos negócios, economias paralelas e sempre em torno do minimalismo inicial do passarinho que pia imenso com poucas palavras de cada vez. Tal é o caso de Magpie, uma plataforma de publicidade através da tua conta do Twitter e que merece ser descoberta!

Visita o site da Magpie Twitter Advertising e começa já a ganhar dinheiro!

Clínica cura viciados em Net – JN

In Blogroll on Setembro 5, 2009 at 3:25 pm

A dependência dos novos meios tecnológicos atinge de forma inegável tanto as empresas como as pessoas, modificado a sua vida e moldando as suas actividades pessoais, sociais e profissionais. Quantos de nós já sentem que um PC é uma ferramenta de produtividade inútil sem ligação à rede global ou às ferramentas sobre as quais aprendemos a depender de forma incontornável. A título pessoal, como utilizador intensivo de redes sociais e ferramentas de social networking e partilha de dados, admito e afirmo que recentemente, numa das quebras do Twitter, por ataque DOS ( Denial of Service ) fiquei impotente para realizar algumas das tarefas profissionais que me são mais usuais e importantes.

A propósito disso, partilho este artigo interessante e que nos obriga a reflexão, sobre a dependência social que já temos em relação à net.

António Castro
Social Network Manager

Texto Original

Uma clínica norte-americana propõe-se a curar viciados em Internet com um tratamento que inclui um afastamento da rede global por 45 dias.A reSTART, nascida em Seattle, nos EUA, é obra de uma terapeuta que já há vários anos tem tratado casos de pessoas viciados em Internet e jogos de vídeo. Hillary Cash registou o primeiro caso de vício neste género de situações em 1994, quando um paciente perdeu dois empregos e arruinou o casamento por jogar computador.A terapêutica da clínica, que nasceu numa das áreas com mais empresas tecnológicas dos Estados Unidos da América, inclui aconselhamento psicológico e ajuda os pacientes a criar laços de amizade com os outros viciados, enquanto fazem tarefas domésticas, dão passeios a pé ou fazem exercício, refere o jornal britânico The Guardian.Esta é a primeira clíncia do género nos EUA, mas a fundadora refere que em países como a China, Coreia do Sul ou Taiwan já existem sítios onde os viciados em Internet podem procurar ajuda.Para quem suspeita que está viciado em Internet, Hillary Cash tem um questionário disponível online. Uma das questões é: “Sente exaustão crónica por dormir pouco, ganho de pesso por falta de exercício, saúde debilitada por má nutrição ou outro problema físico por estar demasiado tempo a navegar na Internet ou a jogar computador?”.O tratamento custa cerca de 10 mil euros e prolonga-se por 45 dias de internamento num ambiente sem possibilidade de acesso à Internet.

Fonte: JN

Procter & Gamble usa rede social para aproximar funcionários – Internet – IDG Now!

In Blogroll on Setembro 4, 2009 at 11:00 am

Parece banal, simples e apenas óbvio que uma “intranet” seja rapidamente vista como modelo primário e ultrapassado por oposição a ferramentas colaborativas, fáceis de usar e com fluxos de informação relacionais, permitindo a que cada colaborador, geograficamente independente, possa ter no mesmo espaço um canal agregado e um veículo de transmissão de informação por si produzida.

Contudo, a maior parte das empresas portuguesas, incluindo algumas de reputada dimensão, são cegas e antiquadas ao ponto de usarem intranets fechadas, wikis de difícil actualização para a maior parte dos seus utilizadores e outras ferramentas dispersas que diminuem o fluxo de produtividade e castram a criatividade espontânea.

Felizmente, a Procter & Gamble não acredita nesses princípios.

António Castro

Artigo original

“Antes do lançamento oficial da ferramenta, cerca de 12 mil usuários de todo o mundo já acessam a solução corporativa de integração.”

As tecnologias tradicionais de comunicação entre os profissionais, como e-mail e sistemas de mensagens instantâneas, tendem a facilitar o trabalho em equipe. A Procter & Gamble (P&G) – uma das maiores fabricantes mundiais de produtos na área de consumo -, no entanto, expandiu essa visão de colaboração ao incorporar as ferramentas de web 2.0 em uma única plataforma global, voltada a estimular a troca de informações entre pessoas que apresentam interesses e objetivos comuns, mas pouco contato no cotidiano.

A ideia do projeto de uma rede social surgiu quando a empresa deparou-se com a constatação de que os seus mais de 138 mil funcionários, espalhados em 160 países, tinham ideias e experiências que poderiam ser compartilhadas, independentemente da distância geográfica. A partir daí, a equipe de Global Business Services (Serviços Globais de Negócio, em português) decidiu criar uma intranet para permitir a troca de informações e de conhecimentos entre os funcionários.

Na prática, a Procter & Gamble iniciou o projeto por um grupo pequeno de usuários, selecionados nas áreas de TI, inovação, pesquisa e desenvolvimento e marketing. Depois de testar wikis, blogs e outras ferramentas, a empresa selecionou uma aplicação corporativa de web 2.0 – desenvolvida pela Telligent. Intitulada de PeopleConnect, a solução é parecida com o Facebook, ao permitir que os usuários criem seus perfis, status, participem de grupos de discussão e compartilhem notícias e informações.

Atualmente, cerca de 12 mil usuários já participam da iniciativa, que ainda não foi divulgada formalmente na companhia. E a Procter & Gamble já incorporou algumas facilidades, como uma ferramenta corporativa de busca a partir da qual os funcionários conseguem acessar informações no ambiente de Web 2.0.

Apesar da empresa monitorar a adoção da plataforma e contar com métricas de desempenho, ainda não há como estimar o impacto real da ferramenta. “Esta plataforma trouxe velocidade, transparência e uma capacidade de engajamento das pessoas nunca antes vistas na P & G”, observa o gestor de arquitetura corporativa da empresa, Michael Fulton.

Fonte: http://idgnow.uol.com.br

Professional Team Management Tips For Creative Folks | How-To | Smashing Magazine

In Blogroll on Setembro 3, 2009 at 5:30 pm

Management is a vast subject, with several sub-categories, such as product, team management and project management. While all are interesting topics, this articlefocuses mainly on team management and offers some useful tips and ideas to promote discussion and help improve the performance and happiness of your teams.

http://bit.ly/2Qkes1